Por que você não deve querer ganhar dinheiro

thumb

Eu estou maluco? Ou sou um comunista que quer te convencer a largar seus bens e partir para Cuba?

Não, meus queridos. O papo hoje será outro e eu garanto que vai te surpreender.

Mas primeiro, vou começar a contar o que rolou comigo. Prepare a pipoca e continue lendo!

Minha breve jornada atrás de dinheiro

arcoiris

O pote de ouro no final do arco-íris!

Eu estava jogado no chão, olhando para o nada e pensando em nada.

Não era sono e nem preguiça, mas sim como se meu corpo não tivesse forças para nada. Me sentia uma alma penada apenas observando um corpo estirado que não possuía mais vida.

Fiquei alí por uma hora, mas minha vontade era ter ficado eternamente. Fazia mais de um mês que eu não tinha vontade de fazer nada. Acordava cada dia mais tarde e não conseguia produzir shit alguma.

E é engraçado. Eu tinha acabado de lançar o Teoria do Viver. Tinha a liberdade para fazer qualquer coisa! Ainda assim, faltava vontade para escrever, divulgar o site e viver.

Oito meses após sair do meu antigo trabalho, eu estava vivendo uma vida alternativa que eu considerava a ideal. Entretanto, o dinheiro da reserva ia se acabando e eu ainda não estava recebendo 1 centavo sequer.

A solução parecia simples. Eu acredito que seja fácil ganhar dinheiro, mas faltava colocar a crença em jogo. Decidi que em 30 dias eu iria criar um negócio que rendesse R$ 5 mil reais mensais.

Na minha cabeça, estava tudo indo muito bem. Eu tinha cerca de 10 ideias que poderiam me dar dinheiro; bastava começar.

Comecei por um dos planos, mas na primeira dificuldade resolvi tentar a outra ideia. O ciclo se repetiu por duas semanas, sem que houvesse resultado algum!

Minha conclusão foi a mais óbvia: eu precisava focar em algo e seguir até o fim.

Não existe foco sem vontade

foco

Eu estava decidido que faria o meu plano de riqueza dar certo. Escolhi a ideia mais prática e foquei minha esperança nela.

Só havia uma opção e nenhum motivo para não colocá-la em prática. Comecei a imaginar um monte de números surgindo na minha conta, o produto incrível sendo lançado e a repercussão que isso daria.

Porém, eu não fiz nada.

Eu não tinha vontade de sequer escrever uma linha sobre o assunto. Comecei a perceber que não era só uma questão de foco. Eu não estava mais enxergando meu propósito de vida. Meus sonhos, objetivos e metas estavam sumindo do meu alcance.

Na minha cabeça o dinheiro era a meta. Meu objetivo se tornou ganhar dinheiro, o que apagou todas as coisas incríveis que eu gostaria de fazer.

Eu sabia que com um fluxo de dinheiro entrando eu teria oportunidades infinitas. Mas descobri que a nossa cabeça não pensa assim!

Você precisa se manter dentro do propósito todos os dias, ou então seu corpo ficará caído no chão.

A resposta de Platão

grecia

A República é um dos meus livros preferidos, pois toda vez que faço uma releitura, a minha vida muda.

Segundo Platão/Sócrates, uma parte do significado de justiça é harmonizar a função do seu trabalho com os seus propósitos.

Traduzindo, o propósito de um médico deve ser medicar. Qualquer profissional deve ter como finalidade da sua profissão o oferecimento do seu talento para os outros.

A corrupção ou a injustiça surgem quando uma profissão age por benefício próprio – como um político que tem como objetivo ganhar dinheiro.

O problema da nossa sociedade corrupta é que se tornou comum objetivar o dinheiro! Priorizamos o ganho próprio acima do ganho alheio com nossos talentos. Você consegue imaginar as consequências deste pensamento, quando comparado ao mundo justo de Platão?

Logo, eu precisava voltar ao meu propósito original e começar a acreditar em algo muito simples. O dinheiro é consequência; e apenas isso.

Entendendo as qualidades de doação e recepção

doar

Podemos entender que nosso trabalho está ligado ao fator social. Ninguém trabalha para si. Trabalhamos para servir aos outros e, portanto, trabalhamos para doar.

Quando você trabalha para receber, as polaridades estão invertidas e é certo de que o seu sistema terá problemas em algum ponto. Seus canais que deveriam doar estão esperando receber energias.

No meu caso, é impossível agir contra meus princípios e propósito. A energia se estagna e acaba travando os fluxos, me deixando apático e sem vontade de viver.

Para outras pessoas, os resultados podem ser diferentes. É o típico caso do empresário que trabalha demais e perde os aniversários dos filhos.

Já os Warren Buffets da vida não passam por estes problemas porque o lucro é algo natural para a sua essência. Ele se diverte ganhando dinheiro e tem isso como algo natural no seu DNA espiritual.

Em geral, estamos aqui para doar nossos talentos e habilidades. Você verá que os melhores professores são aqueles que amam e querem ensinar, não aqueles que trabalham por dinheiro.

Mas não fique triste. Todos nós ainda podemos ganhar dinheiro como consequência da nossa energia de doação.

Qualquer profissional que faça seu trabalho de forma digna acaba colhendo seus frutos.

Podemos ainda utilizar as infinitas técnicas para otimizar nosso lucro, no entanto que estejamos fazendo aquilo que amamos.

Concluindo

conclusao

Eu não estou certo.

Ainda assim, é a visão de vida que possuo e que me permite viver bem.

Talvez você se enquadre em um perfil completamente diferente e tenha algo a nos ensinar! Se for o caso, seu relato nos comentários seria de extrema importância para a criação desta teoria!

No meu caso, decidi esquecer o dinheiro e focar no que quero fazer. O dinheiro virá como consequência, cedo ou tarde. Talvez, a necessidade trazida pela urgência gere um fluxo de dinheiro, mas no momento atual, eu não sinto a vontade pelo lucro de forma autêntica.

É ainda mais provável que eu coloque todas as ideias lucrativas em prática, simplesmente porque deixei de me preocupar com um falso propósito.

Daqui para frente, vocês certamente verão textos mais frequentes, mais sinceros e mais divertidos (lembre-se de deixar um feedback!). E se quiser receber conteúdo VIP do nosso site, como guias, ebooks e cursos, assine a nossa newsletter abaixo!

Obrigado pela leitura!